Pessoas sendo resgatadas pela Guarda Costeira das Filipinas
Reprodução/Guarda Costeira das Filipinas - 13.04.2022
Pessoas sendo resgatadas pela Guarda Costeira das Filipinas

tempestade tropical Megi atingiu em cheio as Filipinas nesta semana e provocou a morte de pelo menos 80 pessoas, informaram nesta quarta-feira (13) as autoridades do país asiático.

A passagem do fenômeno, o mais fortes a atingir o arquipélago neste ano, deixou um rastro de destruição pelo país. As fortes chuvas provocaram inundações, deslizamentos de terra e bloquearam várias estradas.

Apesar das dificuldades, as equipes de resgate seguem procurando por corpos ou sobreviventes em vilarejos remotos na região central das Filipinas. Além disso, quase 300 pessoas foram resgatadas por barcos e levadas para centros de evacuação.

O prefeito de Abuyog, Lemuel Traya, informou que ao menos 150 pessoas dadas como desaparecidas viviam na vila costeira de Pilar, na província de Leyte. Essa localidade foi uma das partes do país mais afetadas pela tempestade.

As Filipinas, que estão entre os países mais vulneráveis aos efeitos das mudanças climáticas, são atingidas em média por 20 tempestades por ano. Em dezembro passado, o tufão Rai devastou grande parte da nação e deixou mais de 400 mortos.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários