Zelensky nega visita de Steinmeier na Ucrânia
Reprodução/montagem iG -12/04/2022
Zelensky nega visita de Steinmeier na Ucrânia

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, se negou a receber em Kiev a visita de seu homólogo da Alemanha, Frank-Walter Steinmeier, devido às suas ligações com a Rússia nos últimos anos, informou nesta terça-feira (12) o jornal Bild, citando fontes do governo ucraniano.

De acordo com a publicação, o líder alemão queria ir a Kiev com uma delegação de outros países da UE, que incluía os presidentes da Polônia e dos Estados Bálticos - Estônia, Letônia e Lituânia.

Hoje, o líder alemão disse ter proposto uma visita a Kiev, mas que o governo ucraniano "não quis". "Estava preparado, mas, aparentemente, e assumo a responsabilidade por isso, não era o que Kiev desejava", afirmou ele durante uma viagem à Varsóvia, na Polônia.

A visita tinha como objetivo "enviar uma forte mensagem de solidariedade comum europeia para com a Ucrânia", segundo Steinmeier, e aconteceria no próximo dia 13 de abril.

Leia Também

O chefe de Estado alemão foi alvo de várias críticas em sua nação e na Ucrânia por ter sido um dos políticos mais abertos a Moscou, inclusive ao apoiar a construção do gasoduto entre Rússia e Alemanha, o oleoduto Nord Stream 2.

Há uma semana, Steinmeier declarou publicamente que havia cometido erros em suas avaliações sobre o presidente russo, Vladimir Putin , e sobre a política do Kremlin. "Falhamos", disse ele, em pensar em construir uma grande casa europeia com a Rússia e uma arquitetura de segurança europeia com Moscou.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários