Corpos encontrados em uma rua em Bucha, cidade a noroeste de Kiev
Reprodução 04.4.2022
Corpos encontrados em uma rua em Bucha, cidade a noroeste de Kiev

O prefeito da cidade Chernihiv na Ucrânia, Viacheslav Chaus, declarou que algumas tropas russas ainda estão na região. No fim de março, as negociações entre os 2 países ocasionaram na redução dos ataques na região de Kiev. Como parte do acordo se baseia na redução dos ataques em Chernihiv, ao norte do país.

Apesar da afirmação do governo local, um jornal local ucraniano Time Chernihiv compartilhou imagens de um suposto cativeiro em que dizem que as tropas russas prenderam mais de 300 pessoas.

O local era o porão de uma escola. Foram resgatados crianças, idosos e mulheres que tiveram sob domínio russo por mais de 30 dias. Viacheslav postou em seu perfil no Facebook algumas fotografias do suposto cativeiro depois da retirada dos prisioneiros.

Negociações

Em guerra desde 24 de fevereiro, a Rússia e a Ucrânia fizeram um acordo em 29 de março para reduzir ataques em áreas próximas a Kiev e a Chernihiv. Após as conversas, o Ministério de Defesa russo anunciou o recuo das tropas e a redução dos ataques nos arredores das cidades.

Leia Também

A saída de militares russos de regiões antes ocupadas na Ucrânia ocasionou numa nova batalha de narrativas no conflito. Relatos de ucranianos indicam que que a Rússia teria matado civis em Bucha, cidade ucraniana próxima à capital Kiev. A Rússia nega a versão ucraniana.

Políticos europeus pediram investigações internacionais por supostos crimes de guerra. Também houve pedidos por mais sanções contra a Rússia.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários