Dmitry Peskov diplomata russo
Divulgação/Kremlin -12.05.2020
Dmitry Peskov diplomata russo

 A Rússia negou nesta sexta-feira (25) que tenha violado convenções internacionais por meio do uso de bombas de fósforo na Ucrânia .

Essa substância é altamente tóxica e inflamável e tem sua utilização limitada por um acordo internacional sobre armas não convencionais assinado em 1980, em Genebra, e do qual Moscou é signatária.

"A Rússia nunca violou nenhuma convenção internacional", disse o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, ao ser questionado sobre as acusações do governo ucraniano. A Rússia, no entanto, não desmentiu explicitamente o uso de bombas de fósforo.

De acordo com a convenção de Genebra, a utilização desse tipo de armamento é proibida contra populações civis ou alvos militares dentro de áreas habitadas.  Autoridades ucranianas acusam as forças russas de usar bombas de fósforo para atacar civis em cidades da região de Lugansk e dos arredores de Kiev. 

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários