Pessoas na estação ferroviária de Lviv-Holovnyi em Lviv, no oeste da Ucrânia, esperando para embarcar
UNICEF/Aleksei Filippov
Pessoas na estação ferroviária de Lviv-Holovnyi em Lviv, no oeste da Ucrânia, esperando para embarcar

A Rússia anunciou que irá abrir unilateralmente corredores humanitários na Ucrânia para evacuação de civis para seu território, todos os dias pela manhã, informou a agência Tass nesta quinta-feira (10).

"Declaramos oficialmente que corredores humanitários em direção à Federação Russa serão abertos de forma unilateral, e sem qualquer coordenação, diariamente à 10h, no horário local, e em outras direções por acordo com a parte ucraniana", disse Mikhail Mizintsev, diretor do Centro de Controle de Defesa Nacional russo.

O Ministério da Defesa russo alega que mais de 187 mil ucranianos já foram retirados de áreas perigosas sem a participação de Kiev, que "ainda proíbe categoricamente e se rejeita a autorizar a saída de residentes civis em direção à Rússia".

Com isso, o governo de Vladimir Putin se compromete a abrir rotas de fuga mesmo sem o consentimento do governo ucraniano.

Leia Também

Em nota, Mizintsev disse ter pedido ao Comitê Internacional da Cruz Vermelha e à ONU que informassem as autoridades ucranianas sobre a intenção de Moscou de abrir as passagens para seu próprio território.

No entanto, afirmou que é "impossível" limpar as minas do corredor humanitário de Mariupol, que "foram depositadas pelos nacionalistas".

Até o momento, de acordo com os russos, mais de 2,6 milhões de civis querem ser evacuados de cerca de 2 mil áreas habitadas na Ucrânia, mas até agora Kiev colaborou na abertura de apenas quatro corredores de um total de 14 sugeridos pela Rússia.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários