Estado Islâmico confirma morte de seu líder
Reprodução
Estado Islâmico confirma morte de seu líder

O grupo terrorista Estado Islâmico confirmou a morte de seu líder, Abu Ibrahim al-Hashimi al-Qurashi, e anunciou o sucessor no comando, Abu al-Hassan al-Hashimi al-Qurashi, informou nesta quinta-feira (10) o portal de monitoramento "Site".

No entanto, não foram revelados o nome real e a foto do novo líder.
Abu Ibrahim havia se explodido durante uma operação militar dos Estados Unidos em 3 de fevereiro próximo ao campo de refugiados de Acme, na região da fronteira com a Turquia.

Segundo a ONG Observatório Sírio de Direitos Humanos, a operação acabou com a morte de 13 pessoas, incluindo seis crianças e quatro mulheres. Washington afirmou que as vítimas civis eram parentes de Abu Ibrahim, incluindo esposa e filhos, e foram mortas pela explosão provocada por ele dentro da residência onde vivia.

O antigo líder havia tomado o comando do EI em outubro de 2019 substituindo Abu Bakr al-Baghdadi, que também se explodiu antes de ser capturado pelos EUA em uma operação militar em Idlib em outubro de 2019.

Leia Também

De acordo com os veículos de mídia da região, Abu Ibrahim tinha como nome verdadeiro Amir Mohammed Abdul Rahman al-Mawli al-Salbi e era natural de Tal Afar, no Iraque.

O extremista era um dos fundadores do EI e teria sido o responsável pelo genocídio da minoria yazidi em 2014. Abu Ibrahim e Al-Baghdadi eram amigos de longa data, tendo se conhecido em uma prisão iraquiana em 2004.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários