Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrãnia
Reprodução/ Facebook Volodymyr Zelensky
Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrãnia

Em um decreto publicado nesta quarta (9), o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, convocou militares que atuavam em missões de paz da Organização das Nações Unidas (ONU) na África e na Europa para reforçar as tropas ucranianas.

De acordo com o decreto, a Ucrânia vai repatriar soldados e equipamentos, incluindo helicópteros.

O pedido de Zelensky foi feito logo após o governo ucraniano acusar novamente o exército russo de atacar corredores verdes, que são rotas de fuga humanitárias.

Ainda nesta quarta, o governo de Kharkiv informou que a retirada de moradores de Izyum não está ocorrendo por conta dos bombardeios russos que acontecem ininterruptamente. 

Leia Também

Em Mariupol, importante cidade portuária da Ucrânia, todas as tentativas até agora foram recalculadas por conta dos ataques incessantes, apesar do acordo de trégua.

O vice-primeiro-ministro ucraniano, Iryna Vereshchuk, disse que as forças armadas russas concordaram em parar de atacar áreas de corredores humanitários das 9h às 21h do horário local (das 4h às 16h no horário de Brasília) desta quarta-feira.

A Europa, desde o início da invasão, vive uma crise de refugiados. Somente nas últimas 24 horas, 140 mil pessoas deixaram a Ucrânia.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

Drop here!

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários