Refugiados tentam deixar a Ucrânia após invasão russa
UNICEF/Vyacheslav Ratynskiy/UNIAN
Refugiados tentam deixar a Ucrânia após invasão russa

A invasão russa na Ucrânia  já fez com que mais de 660 mil pessoas deixassem a Ucrânia, segundo o porta-voz do Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, James Elder. Ele diz que crianças estão entre as vítimas da ofensiva militar.

Ainda de acordo com a ONU, o Escritório de Direitos Humanos da organização apontou que 536 civis foram vítimas do conflito, com 136 mortos, incluindo 13 crianças, e outros 400 feridos.

A maior causa das mortes foi em razão de bombardeios e ataques aéreos, mas que esse número deve ser "muito maior".

O número de refugiados pode aumentar bastante e a ONU afirmou que se planeja para mais de 4 milhões nas próximas semanas.

Nova ofensiva russa nesta terça

Hoje, a Rússia bombardeou um prédio na segunda maior cidade da Ucrânia . "Lançar um míssil na praça central de Kharkiv é uma verdadeira ação terrorista. Assim, a Rússia se tornou um Estado terrorista e peço que todos reconheçam isso. Ninguém vai perdoar isso, ninguém vai esquecer", disse o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky.

Leia Também

Segundo o governo ucraniano, 10 civis morreram na ação e dezenas ficaram feridos, em uma área que não tem nenhum tipo de instalação militar.

Ofensiva segue até concluir objetivos, diz ministro russo

A Rússia continuará a sua ofensiva na Ucrânia até alcançar os seus objetivos, anunciou o ministro da Defesa, Sergei Shoigu .

"As Forças Armadas russas continuarão a operação militar especial até que sejam cumpridos os objetivos fixados", afirmou Shoigu em uma entrevista coletiva.

Nova reunião entre Rússia e Ucrânia deve acontecer amanhã

A segunda rodada de negociações entre delegações da Ucrânia e da Rússia irá acontecer nesta quarta-feira (2) , informa a agência russa de notícias Tass com base em fontes do governo.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários