Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden
Twitter Joe Biden/ Fotos Públicas
Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden


O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assinou uma ordem executiva com sanções financeiras a Donetsk e Luhanks. As duas regiões separatistas da Ucrânia tiveram sua independência reconhecida pelo presidente da Rússia, Vladimir Putin. 


Mais cedo, o líder russo reconheceu esse status e  ordenou o envio de tropas para as regiões em “missão de paz”.


Com isso, o governo estadunidense, que aponta a possibilidade de uma invasão russa no território ucraniano, anunciou retaliações: o comércio e o investimento entre americanos e as duas regiões ficam proibidos e as regiões também não poderão importar quaisquer bens, serviços ou tecnologia americana, de acordo com a CNN Brasil.

Leia Também


As medidas, no entanto, vão se restringir a Donetsk e Luhanks inicialmente. Segundo o jornal The New York Times, desse modo, os Estados Unidos e seus aliados na Europa podem manter em reservado as sanções mais agressivas que eles ameaçam impor a Moscou, caso a Rússia de fato invada a Ucrânia , além de manter viva a possibilidade de uma saída diplomática. 



Essa tensão entre os países cresce há meses, mas escalou nas últimas semanas com  exercícios militares de tropas russas na fronteira com o território ucraniano. Isso ocorre porque o governo Putin não aceita uma eventual incorporação da Ucrânia, localizada em sua zona de influência no leste da Europa, à Organização de Tratado do Atlântico Norte (Otan), braço armado do Ocidente.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários