Tornado no Kentucky
Reprodução Twitter
Tornado no Kentucky

Os tornados que atingiram a região sudeste dos Estados Unidos entre a noite de sexta-feira (10) e a madrugada do sábado (11) deixaram ao menos 83 mortos em cinco estados, confirmaram as autoridades norte-americanas neste domingo (12). No entanto, ainda há " dezenas" de desaparecidos e o número deve aumentar.

A maior parte das vítimas está no Kentucky, onde o governador Andy Beshear estima que haja "mais de 100 mortos" e danos incalculáveis. A cidade de Mayfield é considerada o "marco zero" do maior dos tornados - que atravessou quatro estados e pode ser o maior da história norte-americana - e o cenário na pequena comunidade de 10 mil habitantes é de total destruição.

"É completamente indescritível. O nível de destruição é diferente de qualquer coisa que eu já tinha visto", disse Beshear neste domingo em sua coletiva diária.

O presidente dos EUA, Joe Biden, voltou a se manifestar e disse que "ainda não sabemos quantas vidas humanas foram perdidas, nem a amplitude dos danos". "Vamos fazer todo o possível para ajudar", acrescentou o mandatário.

Além do Kentucky, os estados do Illinois, Tennessee, Missouri e Arkansas registraram vítimas.

Seis das vítimas, inclusive, estavam em uma loja da Amazon em Edwardsville, em Illinois, e morreram após a queda do teto da estrutura.

Papa reza pelas vítimas 

Durante a cerimônia do Angelus, o papa Francisco lamentou as mortes e fez uma oração especial para os atingidos pelos tornados.

"Rezo também pelas vítimas do tornado que atingiu o Kentucky e outras áreas dos Estados Unidos da América", disse Francisco ao encerrar sua fala. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários