Homens fantasiados de dementadores levaram R$ 127,5 mil em relógios
Reprodução
Homens fantasiados de dementadores levaram R$ 127,5 mil em relógios

Três ladrões que roubaram uma joalheria na Escócia vestidos de dementadores, os vilões da saga de livros Harry Potter, foram presos nesta terça-feira. Eles subtraíram £ 17 mil em relógios Rolex, o que equivale a aproximadamente R$ 127,5 mil. A sentença somada dos três assaltantes é de 32 anos de detenção.

O roubo aconteceu na manhã do dia 23 de setembro de 2019. Connor Willis, 24, Anthony Wheeldon, 40 e Dean King, 28, ameaçaram os vendedores da joalheira de forma violenta, fazendo com que um cliente presente no momento do assalto precisasse de tratamento hospitalar. Veja as imagens:

Imagens da CCTV mostram a gangue vestida com os mantos esvoaçantes, em referência aos Dementadores que assombram os bruxos da prisão Azkaban, na franquia Harry Potter.

No vídeo, é possível ver a gangue chegando ao local em um carro roubado, quando um dos homens toca a campainha, se abaixando para amarrar o cadarço e impedir que a porta se feche ao ser recebido por um funcionário. Os três homens saem rapidamente do carro e correm para dentro da loja carregando um martelo, um machado e uma marreta.

A gangue ameaçou funcionários e clientes e destruiu as vitrines, levando dois relógios Rolex no valor de £ 17.850 mil. Quando a equipe acionou um dispositivo de névoa anti-roubo, os homens fugiram. Um cliente que tentava lutar contra os ladrões foi atingido na cabeça com um martelo e teve que ser levado ao hospital para tratamento.

Leia Também

Uma porta-voz do Crown Office e do Procurator Fiscal Service disse que Willis e Wheeldon haviam viajado de Manchester, na Inglaterra, para o roubo, na cidade de Dundee. Um dos homens havia participado de outro assalto em Edimburgo menos de um mês antes, em 31 de agosto de 2019.

Jennifer Harrower, Procuradora Fiscal do Specialist Casework, disse: “Estes homens viajaram para a Escócia, armaram-se e realizaram roubos violentos em plena luz do dia. Foram provações terríveis para os funcionários e clientes envolvidos, principalmente para os dois homens que foram agredidos e feridos durante os assaltos”.

Uma investigação policial rastreou esses homens até locais na Escócia e no norte da Inglaterra. Todos os três se confessaram culpados de seus crimes em 7 de outubro no Tribunal Superior de Edimburgo.

Willis foi condenado por ambos os roubos a 12 anos de prisão, King foi condenado a nove anos e dois meses e Wheeldon a 11 anos de prisão.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários