Grace Thorpe e Adam Jackson
Reprodução
Grace Thorpe e Adam Jackson

Adam Jackson, de 27 anos, foi condenado à prisão perpétua pela morte de Grace Thorpe, uma menina de 2 anos. O crime, que aconteceu em novembro de 2020, só teve o julgamento finalizado nesta segunda-feira (29) em New Marske, Cleveland. 

Na época, Jackson era namorado da mãe de Grace, Alice Quine. Eles estavam juntos há um ano quando o caso aconteceu. No dia do assassinato, Jackson estava encarregado de cuidar da criança enquanto Alice trabalhava. 

Segundo o The Sun , a perícia médica relatou que Grace foi agredida repetidas vezes, o que lhe causou uma fratura no crânio e na perna, e contusões em todo o corpo. Jackson teria batido nela pelo menos sete vezes e somente acionou o resgate após a criança estar gravimente ferida. 

Em depoimento, Alice Quine disse que "perdeu tudo" depois que a filha morreu. "Minha vida não tem sido a mesma desde o dia em que perdi Grace e nunca mais será novamente [...] Eu confiei nele com todo o meu mundo e ele o tirou de mim em uma fração de segundo", afirmou. 

Jackson deve cumprir ao menos 16 anos e meio. O juiz Howard Crowson, responsável pelo caso, disse que a agressão de Jackson foi "um ataque brutal, violento e doloroso".  





    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários