11/09: Justiça retoma julgamento às vésperas do 20º aniversário do atentado
Reprodução
11/09: Justiça retoma julgamento às vésperas do 20º aniversário do atentado

A Justiça norte-americana retomou os julgamentos de um suspeito de envolvimento com os atentados às Torres Gêmeas, nos Estados Unidos . A ação que irá julgar se Khalid Sheikh Mohammed - acusado de ser autor intelectual do crime - e outros quatro envolvidos ocorre às vésperas do 20º aniversário do ato terrorista, que ocorreu em 2001.

Além de Mohammed, Amar al-Baluchi, Walid bin Atash, Ramzi bin al-Shibh e Mustafa al-Hawsawi, foram conduzidos ao tribunal naval dos Estados Unidos nos Baía de Guantánamo, em Cuba. O retorno do julgamento ocorre após 18 meses de pausa em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Detidos há 15 anos, os cinco acusados podem ser condenados à pena de morte caso estejam comprovadas seus envolvimentos em acusações de assassinato e terrorismo relacionado a crimes de guerra.

Durante a sessão na última terça-feira (07), Mohamed foi ao tribunal com turbante azul e uma longa barba. O local estava repleto de promotores e tradutores. Os acusados tiveram escolta militar para que sua integridade fosse assegurada.


Matthew McCall, coronel da Força Aérea e magistrado, precisou encerrar o julgamento com apenas duas horas de duração em decorrência de questões processuais. Segundo acusações, o juiz militar não teria dois anos de experiência - condições mínimas para exercer a função - para julgar o caso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários