Parque de Helsinki, Finlândia
Reprodução: Google/ licenciáveis
Parque de Helsinki, Finlândia

Três adolescentes foram condenados, nesta sexta-feira (03), pelo tribunal finlandês. Os jovens foram acusados de torturarem e espancarem até a morte um ex-colega de classe na capital Helsinki. Eles vão cumprir pena entre oito e dez anos de prisão pelo ato. 

Segundo a AFP, o crime aconteceu em dezembro de 2020, em um parque de Koskela, ao norte da capital Helsinki. A vítima era um menino de 16 anos que vivia num abrigo. Conforme a acusação, o adolescente foi agredido durante várias horas até morrer, no dia 4 de dezembro do ano passado.

Os três condenados, que conviviam com a vítima desde o jardim de infância, se declararam inocentes do assassinato. No entanto, o tribunal reconheceu que eles agiram em coordenação, com mais de 100 lesões registradas no corpo da vítima, "de forma especialmente brutal e cruel".

Segundo dados oficiais da Finlândia, um em cada dois jovens entre 14 e 16 anos que vivem em internatos no país, sofre agressão e ameaças de violência. 

O crime foi classificado como "arrepiante" pela ministra do Interior, Maria Ohisalo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários