Diplomata europeu diz ser
Reprodução
Diplomata europeu diz ser "impossível" retirar colaboradores afegãos até dia 31

Josep Borrell, chefe da diplomacia europeia, concedeu uma entrevista à AFP na manhã deste sábado (21) e mostrou preocupação com o tempo limite para a retirada dos colaboradores no Afeganistão . Segundo o político espanhol, será "impossível" concluir a meta até 31 de agosto.

"O problema é o acesso ao aeroporto. As medidas de controle e de segurança americanas são muito fortes. Nós reclamamos. Pedimos para que sejam mais flexíveis. Não conseguimos que deixem nossos colaboradores passar", ressalta Borrell.

Saiba mais: Afeganistão: 17 mil pessoas deixaram Cabul apenas na última semana

Atualmente, o exército norte-americano controla o aeroporto de Cabul, capital do Afeganistão, e realiza a administração das operações aéreas.

"Querem evacuar 60.000 pessoas entre agora e o final deste mês. É matematicamente impossível. Pelo o que sei, até o momento, os americanos não disseram que vão ficar depois de 31 de agosto, mas poderiam mudar de opinião", opinou Josep.


Em relação aos afegãos que trabalhavam pasa a União Europeia, o ex-chanceler informa que 150 dos 400 operários já foram evacuados. "Estou ciente de que é muito insuficiente. Os aviões se vão enquanto as pessoas continuam na pista".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários