Fazendeiro retirou pedra que delimitava fronteira entre França e Bélgica
Pedra delimitava fronteira entre França e Bélgica
Fazendeiro retirou pedra que delimitava fronteira entre França e Bélgica

O prefeito de Erquelines, na Bélgica, acusa um fazendeiro de ter movido em 2,29 metros uma pedra que delimitava a fronteira entre a França e a Bélgica na região. Símbolo do Tratado de Kortrijk, que oficializou os limites as duas nações, o objeto estava no local desde 1819, depois que Napoleão Bonaparte perdeu a Batalha de Waterloo em 1815.

A mudança de localização da pedra foi descoberta por um historiador que andava pelo local. Segundo o The Guardian,  o fazendeiro teria retirado a pedra de 150 kg do local sem ter ciência que se tratava de um objeto histórico. Ela foi retirada com um trator para abrir caminho para a circulação do veículo.

O prefeito de Erquelines, então, pediu que o fazendeiro recolocasse o símbolo da fronteira no lugar que estava anteriormente.

"Não temos interesse em expandir a cidade, nem o país. Ele tornou a Bélgica maior e a França menor. Não é uma boa ideia", brincou à TV francesa TF1 . "Se ele mostrar boa vontade, não teremos problemas, resolveremos a questão amigavelmente", continuou.

Caso a pedra não seja recolocada, o Ministério das Relações Exteriores da Bélgica pode convocar uma comissão de fronteira franco-belga para redefinir a fronteira.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários