Buenos Aires, capital argentina, tem taxa de ocupação em UTIs alta
Pixabay
Buenos Aires, capital argentina, tem taxa de ocupação em UTIs alta

A Argentina registrou nesta quinta-feira (29) 561 mortes em decorrência da Covid-19 - recorde diário de mortes desde o início da pandemia.

Agora, o país sul-americano chega ao total de 63.508 mortes pelo novo coronavírus. Também nas últimas 24 horas, foram registrados 26.053 novos casos, chegando a um total de 2,9 milhões de infectados.

A ocupação de UTIs no país é de 68,4%, sendo que a capital Buenos Aires apresenta números maiores: 76,6%. Segundo informações da imprensa argentina, o presidente Alberto Fernández avalia novas medidas restritivas para tentar frear o avanço da pandemia.


Plano de vacinação


Até o momento, 7,7 milhões de doses de vacinas foram aplicadas no país, sendo que 6,8 milhões de pessoas receberam a primeira dose, e apenas 900 mil, que representa 2% da população, receberam a imunização completa. 

Entre as vacinas usadas na Argentina, está a Sputnik V , que teve o registro de uso negado pela Anvisa no Brasil na última segunda-feira (26) sob justificativa de que não há garantia acerca da segurança e eficácia do imunizante russo.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários