Deputado renuncia ao contratar garota de programa em meio à sessão na Austrália
Reprodução
Deputado renuncia ao contratar garota de programa em meio à sessão na Austrália

Michael Johnsen, deputado estadual em Nova Gales do Sul, na Austrália , renunciou ao seu cargo nesta semana após ser acusado de contratar uma garota de programa em meio a uma votação na sessão legislativa.

Em um comunicado oficial, o político do Partido Nacional da Asutrália argumentou que "as necessidades do eleitorado vêm em primeiro lugar e essa é a abordagem que sempre tomei, muitas vezes com grande sacrifício pessoal, como o papel de um membro do parlamento exige e muitos podem não perceber".

O deputado teria oferecido mil dólares australianos, algo próximo de R$ 4,3 mil, para que a profissional fosse à Assembleia realizar os seus serviços . Ele também é acusado de enviar mensagens de cunho sexual e vídeos obscenos de si mesmo para a garota .


Michael afirmou que a renúncia aconteceu com o " coração pesado " pois ele é um " humano imperfeito ", e se defendeu ao dizer que o crime "simplesmente não aconteceu".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários