Imagens foram compartilhadas pelas autoridades do país nesta quarta-feira
Reprodução/redes sociais
Imagens foram compartilhadas pelas autoridades do país nesta quarta-feira

O Ministério dos Transportes da Indonésia informou que a segunda caixa-preta do  avião da Sriwijaya Air, que caiu no Mar de Java em 9 de janeiro, foi localizada nesta quarta-feira (31). A tragédia matou as 62 pessoas que estavam a bordo.

O equipamento encontrado é o que registra as conversas da cabine e deve ser mais uma peça fundamental para entender o que aconteceu, já que a aeronave caiu depois de apenas quatro minutos da decolagem.

Um relatório preliminar divulgado em 10 de fevereiro com os dados da outra caixa-preta, que registra os dados técnicos do voo (FDR), mostrou "anomalias" relacionadas ao motor esquerdo do Boeing 737-500. No entanto, a torre de controle não registrou nenhum pedido de ajuda dos pilotos.

Conforme os dados, a última transmissão por rádio do voo SJY182 foi registrada às 14h39m59s e às 14h40m10s o piloto automático foi desativado e "cerca de 20 segundos depois, a FDR parou de gravar". Dados externos registrados pelo "FlightRadar24" mostraram que a aeronave desceu cerca de três mil metros em apenas um minuto.

O Boeing 737-500 deveria ter feito um voo entre Jacarta e Pontianak, uma rota interna que dura cerca de 1h30. No avião, estavam seis tripulantes e 56 passageiros.

O acidente com a Sriwijaya Air é o primeiro de sua recente história, a empresa foi fundada em 2013. Mas, incidentes do tipo são relativamente comuns na Indonésia por conta da frota antiga em uso.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários