O Centro de Diversidade Biológica anunciou uma recompensa de US%24 5.000 para quem tiver informações relevantes sobre o caso.
Reprodução/Citrus County Chronicle
O Centro de Diversidade Biológica anunciou uma recompensa de US$ 5 mil para quem tiver informações relevantes sobre o caso.

O Serviço de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos está tentando descobrir quem escreveu a palavra "Trump" no corpo de um peixe-boi. O animal foi encontrado no último domingo (10) perto da nascente do rio Homosassa, no estado da Flórida.

O peixe-boi com o dorso marcado com o sobrenome do  presidente dos Estados Unidos foi visto por uma mulher que andava de barco na região. Ela percebeu que o animal estava próximo da superfície e filmou a cena.

De acordo com um porta-voz do Serviço de Pesca e Vida Selvagem, a palavra “Trump” foi escrita com algas e o peixe-boi não sofreu ferimentos graves.

Peixes-boi são mamíferos lentos que procuram águas mais quentes no inverno. Eles costumam se dirigir às cabeceiras dos rios da costa do condado de Citrus, na Flórida , onde ficam mais expostos a nadadores e velejadores.

A legislação americana, através da Lei das Espécies Ameaçadas nos EUA, considera que qualquer tipo de agressão a peixes-boi é um crime federal punível em US$ 50.000 (cerca de R$ 275 mil) e/ou até um ano de prisão.

As leis do Santuário dos Peixes-Boi da Flórida e a Lei da Proteção dos Mamíferos Marinhos também protegem os animais de assédios por nadadores ou embarcações.

    Leia tudo sobre: donald trump

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários