.
Nasa/Reprodução
Um novo telescópio espacial ajudará os cientistas a olhar para trás no tempo, na origem do nosso universo e nas galáxias e sistemas planetários que o povoaram desde então


Um novo telescópio espacial vai ajudar os cientistas da  NASA a olhar para trás no tempo, na origem do nosso universo: a missão aumentará nossa compreensão de como ele se expandiu rapidamente logo após a ocorrência do Big Bang .

Durante dois anos, o telescópio espacial SPHEREx mapeará todo o céu quatro vezes para criar um banco de dados gigante que incluirá galáxias, estrelas, nebulosas e outros objetos.

Os dados coletados pelo observatório espacial resultarão em um mapa 3D do céu, tornando-se a primeira missão da NASA a criar um mapa de espectroscopia de todo o céu em luz infravermelha próxima. 

O observatório espacial, que será semelhante em tamanho a um carro compacto, deve ser lançado entre junho de 2024 e abril de 2025.

O funcionamento do telescópio

Os instrumentos no SPHEREx observarão o céu em luz visível, bem como luz infravermelha, já que o olho humano não consegue ver enxergá-la.

Eles usarão vão separar a luz infravermelha próxima que o telescópio pode ver em comprimentos de onda individuais. Esses dados podem lançar luz sobre a composição de um objeto ou mesmo sua distância da Terra .

"Isso é como ir de imagens em preto e branco para cores", disse Allen Farrington, gerente de projeto SPHEREx do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, em um comunicado.

E a equipe da missão tem alguns objetivos específicos em mente para SPHEREx.

Eles procurarão evidências da inflação do universo uma fração de segundo após o Big Bang, quando o espaço como o conhecemos se expandiu rapidamente. Isso teria mudado como a matéria foi distribuída. Provas dessa inflação podem existir nos padrões e no posicionamento das galáxias em todo o universo.

Os astrônomos também querem saber mais sobre a história de como as galáxias se formaram, incluindo as primeiras estrelas que se formaram após o Big Bang. 

Isso dirá se nosso sistema planetário , que inclui a Terra e sua capacidade de sustentar vida, é comum ou raro.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários