Joe Biden falando em púlpito
Gage Skidmore/Creative Commons
Joe Biden foi eleito com o voto de 306 delegados

O Congresso dos Estados Unidos (EUA) confirmou na madrugada desta quinta-feira (6) a  vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais realizadas no ano passado. O democrata venceu presidente Donald Trump, que tentava a reeleição, com os votos de 306 delegados, sendo que o mínimo necessário era de 270. Trump terminou a corrida eleitoral com 220 votos no colégio eleitoral.

A sessão foi retomada após horas de interrupção causadas pela invasão de manifestantes pró-Trump que tentavam evitar a ratificação do resultado das urnas . Em discurso, o vice-presidente Mike Pence, que se distanciou nos últimos dias do líder norte-americano, criticou os invasores e disse que eles "não ganharam" pois "a violência nunca vence. A liberdade vence".

A confirmação ocorre após um período eleitoral turbulento. Desde o início da campanha, Trump já sinalizava que não reconheceria o resultado caso não fosse favorável a ele.

Já durante a contagem dos votos populares, o republicano fez várias acusações de que as eleições estariam sendo fraudadas. Trump, porém, nunca apresentou provas de que isso estaria acontecendo.

Biden começou a contagem atrás de Trump, já que, como uma consequência da pandemia da Covid-19 , eleitores democratas preferiram votar pelos correios. A alternativa permite que os americanos não vão até os locais de votação para depositar os seus votos, mas a contabilização nesses casos demora mais tempo.

Após a divulgação do resultado, Trump entrou com dezenas de recursos para que os votos fossem recontados. Nos estados onde esses pedidos foram aceitos, como na Geórgia, foi confirmado que Biden realmente teve mais votos.

    Leia tudo sobre: Donald Trump

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários