papa
Reprodução
Papa Francisco


Papa Francisco celebrou uma missa do Dia de Reis nesta quarta-feira (6), segundo o pontífice é preciso " libertar-se da ditadura do próprio eu , sempre propenso a fechar-se em si mesmo e nas preocupações particulares". O  Papa também afirmou que errar e cometer pecados fazem parte do crescimento pessoal para "tornar-se adorador de Deus".

"Torna-se um adorador do Senhor mediante um caminho gradual e, desse ponto de vista, as falhas, as crises, os erros podem se tornar experiências educativas. [...] Também os pecados, a consciência de sermos pecadores, de ver tantas coisas feias, 'mas eu fiz isso', se você lida isso com fé e com arrependimento, com contrição, isso te ajudará a crescer. Tudo ajuda, já diz Paulo, para o crescimento espiritual, ao encontro de Jesus, também os pecados, também os pecados", disse durante a homilia.

Segundo Francisco, "como os magos, também nós devemos nos deixar guiar pelo caminha da vida, marcado pelas inevitáveis dificuldades da viagem".

"Não devemos permitir que o cansaço, as quedas e as falhas nos causem desencorajamento. Reconhecendo-nos, ao invés, com humildade, precisamos dar oportunidade para progredir para o Senhor Jesus. A vida não é uma demonstração de habilidades, mas um caminho para Aquele que nos ama. Não devemos mostrar, a cada passo da vida, o leque de virtudes que temos: com humildade devemos ir ao encontro do Senhor", acrescentou.


Ainda durante a cerimônia, o Pontífice confirmou as datas das próximas celebrações católicas: a Páscoa ocorrerá no dia 4 de abril, o que coloca o Dia de Cinzas, início da quaresma, em 17 de fevereiro; a Ascensão do Senhor, em 13 de maio; Pentecostes em 23 de maio; e o primeiro domingo do Advento em 28 de novembro. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários