Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson
Divulgação / Flickr
Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson

O primeiro-ministro do Reino Unido , Boris Johnson , disse que a invasão do Capitólio , sede do Legislativo dos Estados Unidos , nesta quarta-feira (6) proporcionou "cenas vergonhosas". Apoiadores do presidente Donald Trump entraram de forma forçada no prédio após eles entrarem em confronto com a polícia.

A sessão que era realizada no Congresso contabilizaria os votos para confirmar a vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais realizadas em novembro do ano passado. O democrata seria diplomado hoje.

"Cenas vergonhasa no Congresso americano. Os Estados Unidos "representam a democracia em todo o mundo e agora é vital que haja uma transferência de poder pacífica e ordeira, completou o premiê.

Cerca de duas horas após a invasão, Joe Biden se pronunciou pedindo que Donald Trump exija que seus manifestantes saiam do Congress o.

"Eu peço ao presidente Donald Trump vá à televisão para cumprir seu juramento de defender a constituição e exija que as pessoas parem com esses movimentos (...) Isso é uma insurreição, não é um protesto", disse o presidento eleito.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários