Níger
Reprodução/Redes Socias
Ataques aconteceram próximos da fronteira com o Mali

Ao menos 100 pessoas foram mortas e dezenas ficaram feridas neste sábado (2) em um duplo ataque terrorista na região sudoeste do Níger, perto da fronteira com o Mali.

Almou Hassane, prefeito de Tondikiwindi, município ao qual os dois povoados atingidos pelo ataque pertencem, informou que esse pode ser o pior atentado contra civis na história do Níger .

O prefeito afirmou que a cidade de Tchoma Bangou registrou ao menos 70 mortos, já Zaroumadareye teve cerca de 30. Os dois povoados são separados por sete quilômetros.

Embora não haja muitos detalhes sobre o massacre , sabe-se que os atentados ocorreram nestas duas cidades localizadas na região de Tillabéri, que é frequentemente alvo de ataques de grupos jihadistas.

No ano passado, 20 pessoas foram mortas por terroristas em um ataque em Tillabéri. Já em outro vilarejo, 34 indivíduos foram assassinados na região vizinha de Diffa.

"Para atacar as duas cidades, que estão separadas por sete quilômetros, os terroristas se dividiram em duas frentes: enquanto uma atacou Zaroumadareye, a outra atacou Tchoma Bangou", analisou Hassane.

O político ainda afirmou que 25 feridos foram levados para hospitais em Ouallam e na capital Niamei, que ficam a 120 quilômetros de distância.

Nenhum grupo assumiu a autoria dos ataques, mas os atentados ocorrem uma semana depois do anúncio dos resultados do primeiro turno das eleições presidenciais do Níger .

O atual mandatário, Mahamadou Issoufou, está deixando o cargo depois de cumprir dois mandatos. O candidato do partido governista, Mohamed Bazoum, terá pela frente o ex-presidente Mahamane Ousmane. O segundo turno deverá ser realizado em fevereiro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários