ansa
Reprodução
Italiano

Um italiano de 64 anos foi encontrado morto no quintal de sua casa em Itaúnas, no norte do Espírito Santo, em um suposto caso de latrocínio.

Gabriele Gigli era natural de Cesena, cidade de cerca de 100 mil habitantes situada na região da Emilia-Romagna, e havia se mudado para o Brasil dois anos atrás, após a morte de seu pai. Ele era separado e tinha uma filha.

A Polícia Civil do Espírito Santo registrou o caso como latrocínio (roubo seguido de morte), já que o corpo apresentava sinais de violência. Segundo o jornal capixaba A Gazeta, Gigli era "conhecido das pessoas da comunidade e muito querido na região".

Já o diário italiano Corriere Romagna o descreve como um "espírito livre e inquieto", um homem de "ideias e estilo de vida alternativos". Itaúnas é um distrito do município litorâneo de Conceição da Barra, quase na divisa com a Bahia.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários