Um veículo dos Correios dos EUA passa pela Casa Branca, três dias após o dia das eleições
Bryan Dozier/Rex
Um veículo dos Correios dos EUA passa pela Casa Branca, três dias após o dia das eleições


Um funcionário dos correios americanos, cujas alegações de adulteração de cédulas são a base do pedido dos republicanos para uma investigação , teria se retratado do que havia dito. 


Democratas no comitê de supervisão da Câmara disseram que Richard Hopkins - o trabalhador que alegou, em uma declaração assinada, que um supervisor do Serviço Postal dos EUA (USPS) em Erie, Pensilvânia, instruiu a equipe a adulterar as cédulas retratando as que chegaram atrasadas - desmentiu asprópria declarações em depoimento a investigadores do inspetor geral do USPS.

Depois de Hopkins admitir ter fraudado suas afirmações, a senadora republicana da Carolina do Sul, Lindsay Graham, que chefia o comitê judiciário do Senado, pediu uma investigação federal .

Isso tudo acontece enquanto a campanha de Donald Trump continua insistindo que os processos judiciais na Pensilvânia, Nevada, Arizona e Geórgia não são apoiados por evidências confiáveis.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários