Em postagem, Morales lamentou tentativa de criar
Reprodução/Twitter
Em postagem, Morales lamentou tentativa de criar "clima de violência" no país

Na madrugada desta sexta-feira (6), o  presidente eleito da Bolívia, Luís Arce, foi alvo de um atentado a dinamite na casa que funciona como sede da campanha do partido Movimento ao Socialismo (MAS). Integrante da sigla, o ex-presidente boliviano Evo Morales usou as redes sociais para repudiar o ataque e a tentativa de criar um "clima de confusão" por parte dos adversários.

"Condenamos o atentado contra nossa casa de campanha em La Paz. Pequenos grupos tentam gerar um clima de confusão e violência, mas não irão conseguir. Nós não cairemos em nenhuma provocação. Nossa revolução é pacífica e democrática", afirmou Morales em postagem horas depois do incidente.

O ataque foi denunciado por um porta-voz do MAS , Sebastián Michel, em entrevista à rede de televisão boliviana Televisión Universitaria e Red Uno. Ele revelou que Arce estava no local no momento do atentado, mas que ninguém ficou ferido.

"Há poucos minutos fomos vítimas de um bbbbde um grupo que deixou uma banana de dinamite na casa de campanha onde nosso próprio presidente eleito, Luis Arce , se reunia. Estamos muito preocupados com o que está acontecendo", disse o representante do partido em entrevista.

Vale lembrar que a posse de Luís Arce está marcada para este domingo e que na última quinta-feira (5) líderes da região de Santa Cruz, considerada um reduto da direita no país, iniciaram uma greve de dois dias contra o presidente eleito democraticamente no mês de outubro.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários