Mulher é retirada com arma de choque por não estar utilizando máscara
Twitter/Reprodução
Mulher é retirada com arma de choque por não estar utilizando máscara

Uma passageira de um voo da Spirit Airlanes teve que ser imobilizada com uma arma de choque pela polícia por se recusar a usar máscara dentro do avião - protocolo obrigatório para evitar a propagação da Covid-19.

O incidente ocorreu em um voo que acabara de pousar em San Juan, Porto Rico , vindo de Newark, New Jersey, nos Estados Unidos, e causou confusão dentro da aeronave.

Através das imagens, é possível notar que a mulher, identificada como Nyasy Veronique Payne, grita com um homem de camiseta branca e, em seguida, dá um soco em outros passageiros.

A polícia foi acionada para conter os passageiros mais exaltados. O momento foi registrado pelos passageiros que compartilharam as cenas nas redes sociais.


Segundo publicação do Daily Mail , a polícia diz que Nyasy "provocou um incidente agindo no que as testemunhas chamaram de comportamento agressivo, hostil e desafiador". 

Outro passageiro da aeronave afirma que um grupo de homens 'começou a gritar calúnias homofóbicas e raciais' para ela e seus companheiros. Um dos homens teria dado o primeiro soco, que não foi capturado pela câmera.

Nyasy Veronique Payne foi presa pela polícia de Porto Rico e retirada do avião.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários