Imagem da mulher antes do acidente e agora, com o crânio deformado
Reprodução
A mulher sofreu um afundamento de crânio e passou por cirurgias, mas sobreviveu

Em Nova Iorque , nos Estados Unidos, uma jovem de 23 anos foi atingida na cabeça por uma espreguiçadeira enquanto caminhava na rua. Annabel Sen estava indo almoçar com o namorado quando uma “poltrona pesada de madeira caiu do terraço da cobertura do 12º andar” e a acertou.

Segundo as informações do jornal New York Post, a jovem sofreu uma grave lesão cerebral traumática com risco de vida, entre outras lesões, que exigiu uma cirurgia cerebral de emergência. Por conta do acidente, que aconteceu em 25 de janeiro, ela teve que passar por duas cirurgias cerebrais e adiar seu mestrado na Universidade de Harvard.

Justiça

Nesta quinta-feira (24) , a mulher entrou com um processo na Suprema Corte de Manhattan contra os donos do prédio, a empresa terceirizada que o administra, os homens que estavam alugando o apartamento do 12º andar naquela noite e o empresário Michael Rubin, que consta como proprietário da unidade, por negligência.

O advogado da jovem diz que ela ter sobrevivido ao acidente foi um milagre: “Ela está muito danificada, mas não está morta”. 

Annabel precisou deixar o trabalho, após o acidente. “Ela não está fazendo nada agora. Está apenas vendo médicos e se recuperando. Ela tem déficits cognitivos”, contou o advogado. “Esta era uma jovem muito talentosa antes do acidente e esperamos que ela recupere todas as suas faculdades", completou.

    Veja Também

      Mostrar mais