Inglaterra teme nova onda da doença após a flexibilização das medidas de segurança
Reprodução
Inglaterra teme nova onda da doença após a flexibilização das medidas de segurança

O Reino Unido começou o desconfinamento na última segunda-feira (01). Entre as novas medidas que entraram em vigor para evitar surtos da Covid-19 está a proibição de que duas pessoas que não moram na mesma casa se encontrarem em um local fechado.

A medida foi altamente criticada e batizada de " proibição do sexo ". Na internet, a hashtag "Sex Ban" ficou entre os assunto mais comentados do Twitter . "Isso é hipocrisia visto que o governo nos ferra todos os dias", disse uma jovem na rede social.

Em resposta à isatisfação, o ministro da habitação, Simon Clarke , defendeu que as pessoas levem a situação a sério e permaneçam em suas casas. "É de suma importância que as pessoas fiquem em suas casas e não tenhamos nenhum risco adicional de transmissão e este é obviamente um passo fundamental para alcançá-lo", disse em entrevista à rádio LBC .

"É justo dizer que o risco de transmissão do coronavírus ao ar livre é muito menor do que nos espaços fechados", declarou ele, que completou. "obviamente não incentivamos as pessoas a fazer algo assim do lado de fora, neste momento ou em qualquer outro".

Quem for descoberto a infringir as regras terá que pagar uma multa de 100 libras. Todavia, a polícia não tem poder para entrar nas residências sem autorização, a não ser que suspeite de uma "atividade criminosa grave".

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários