Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido
Pippa Fowles/Fotos Públicas
Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido

Após muita pressão, o governo do Reino Unido decidiu pagar aos trabalhadores de baixa renda que estiverem infectados pela Covid-19 ou com suspeita da doença durante o período de isolamento social

Downing Street , região que abriga os escritórios do primeiro-ministro e do Chanceler do Tesouro, desembolsará 130 libras para os britânicos ou residentes no país que tiverem resultado positivo de novo coronavírus durante (Sars-coV-2) 10 dias.

Membros da família que também precisem manter o isolamento por duas semanas receberão 182 libras. Terão acesso a esse benefício pessoas inscritas no programa Créditos Fiscais para Trabalhadores e que não podem desempenhar suas atividades a partir de casa ou as que estão no Crédito Universal (relacionado à Previdência Social).

Segundo o ministro da Saúde, Matt Hancock, os britânicos já se sacrificaram o suficiente para ajudar a desacelerar a disseminação do vírus. O Reino Unido registra, até o momento, 65 mil mortes por Covid-19 .

    Veja Também

      Mostrar mais