O presidente Donald Trump em comício
Spencer Platt/Getty Images
O presidente Trump afirma que o problema é "global" e não apenas dos Estados Unidos, ainda que país seja o mais impactado pela pandemia


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trumpvoltou a criticar a situação do Brasil diante da pandemia do novo coronavírus . Em coletiva de imprensa na Casa Branca, ele afirmou nesta segunda-feira (20) que País passa por “situação terrível”.



A estratégia de Trump ao citar o Brasil foi de desviar os olhares para a evolução da Covid-19 nos EUA, que é o epicentro da doença no mundo atualmente.

“No fim de semana, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o mundo atingiu recorde de casos de coronavírus. E só se fala dos EUA, como se o problema não fosse mundial. Veja o Brasil , que situação terrível. Veja o México”, disse Trump.

Com o pronunciamento, Trump criticou a imprensa norte-americana, que tem destacado o avanço da pandemia nos EUA. Ele afirmou ainda que o novo coronavírus é um “problema global, mesmo que causado pela China”.

Além de destacar a situação brasileira, o republicano voltou a indicar que os estados mais afetados são aqueles que têm gestão por parte de democratas. Ele citou Nova York como exemplo, epicentro da doença dentro do país, que é governado por Andrew Cuomo.

Por fim, Trump afirmou aos jornalistas que a Casa Branca começará a fazer coletivas para abordar o desenvolvimento de vacinas contra a Covid-19 no país.

Em nenhum momento, o presidente norte-americano citou outros medicamentos, como a hidroxicloroquina, como possíveis alternativas de tratamento.

Vale lembrar que o presidente Trump chegou a fazer tratamento de precaução com o medicamento em maio, mesmo que sem indicação do médico da Casa Branca.

    Veja Também

      Mostrar mais