Mustela
Pixabay
Animais teriam sido infectados por seres humanos.

Autoridades da Espanha decidiram sacrificar quase 100 mil mustelas vison depois que confirmaram que os animais foram infectados pelo novo coronavírus. A informação foi dado pelo secretário regional de Pecuária de Arágon, Joaquín Olona, nesta quinta-feira (16).

Segundo Olona, 92.700 exemplares da espécie serão sacrificados por conta da doença. Eles vivem em uma fazenda que estava com “paralisação preventina” desde o dia 22 de maio. Ou seja, os animais e produtos não podiam sair do local. A decisão foi tomada depois que um trabalhador testou positivo para Covid-19.

Com a infecção do funcionário, autoridades aplicaram testes de PCR e 87% das amostras apresentaram resultados positivos, o que levou a decisão de sacrificar os animais. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários