Segundo informações desta quinta-feira (9), a polícia de Seul, na Coreia do Sul, o prefeito da cidade, Park Won-soon, foi encontrado morto, perto do Monte Bugak no norte da cidade. O prefeito estava sumido desde de manhã e a polícia estava na busca.


prefeito de seul
AFP/Ed Jones
Park Won-soon enfrentava um processo por assédio sexual


A filha do prefeito relatou o sumiço do pai por volta das 17h local (5h em Brasília), informando à polícia que ele tinha saído de casa havia quatro ou cinco horas e que o pai havia deixado uma mensagem de despedida.

O escritório de Park afirmou que ele não compareceu ao trabalho e que seus compromissos foram cancelados devido a "circunstâncias inevitáveis", segundo a agência de notícias Associated Press e a Yonhap News.

As buscas aconteceram pelo distrito de Sungbuk-dong, onde o último sinal de celular Park foi detectado. A polícia usou drones e cães farejadores nas buscas, mobilizando em torno de 150 profissionais

Acusação de assédio sexual

O New York Times noticiou, na quarta-feira (8), que duas emissoras de TV coreanas divulgaram que Park Won-soon estava sendo processado por uma secretária por assédio sexual. Segundo o processo, o prefeito praticava o crime desde 2017.

Park Won-soon foi o prefeito de Seul desde 2011 pelo Partido Democrático e era um dos principais nomes para concorrer à presidência em 2022.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários