Fosso
Reprodução/NBC News
Fosso foi escavado ao redor dos limites do município, localizado na Sibéria

Uma situação inusitada ocorreu no pequeno vilarejo de Shuluta, localizado na Sibéria, nos últimos dias:  autoridades da Rússia iconstruíram um imenso fosso ao redor da cidade para garantir o cumprimento da quarentena e evitar que  pessoas infectadas pela Covid-19 tenham contato com turistas que passam pela região.

Segundo informações da agência Reuters, a decisão foi tomada no último dia 29, após 37 casos do novo coronavírus (Sars-Cov-2) serem confirmados pelas autoridades locais. A suspeita é que as pessoas tenham participado de um ritual religioso, tradicional na região, e que teria dado início ao surto da doença.

Ainda de acordo com a publicação, o chefe da administração local, Ivan Alkheyev, disse que outras 95 pessoas tiveram contato com os infectados também podem ter contraído o vírus e devem permanecer em isolamento. Apesar das restrições, o governo russo autorizou que uma das estradas que levam ao vilarejo permanecesse aberta, mas apenas para a entrada e saída de ambulâncias e carregamentos de alimentos.

A região tem sido uma das mais atingidas pela Covid-19 na Rússia , que é atualmente o quarto país com o maior número de casos confirmados após ter sido  ultrapassada pela Índia nesta segunda-feira (6). Ao todo, o país soma, segundo dados da Universidade Johns Hopkins, 693.215 infectados e 10.478 mortes causadas pelo vírus.

    Veja Também

      Mostrar mais