Porta-aviões Ronald Reagan
Reprodução Twitter @Gipper_76
Porta-aviões Ronald Reagan



EUA enviará para o Mar da China Meridional , os porta-aviões USS Nimitz e USS Ronald Reagan, bem como vários navios de guerra, para o Mar da China Meridional. O objetivo é efetivar  exercícios militares nos próximos dias,  nesta região do Pacífico.

Embora a manobra já esteja planificada, seu anúncio é oficializado logo após a China iniciar seus exercícios militares de cinco dias em 1º de julho em uma área disputada, onde estão localizadas as Ilhas Paracelso, em Mar da China Meridional.

Você viu?

Ao falar à  imprensa ,o  porta-voz da sétima frota dos EUA, o tenente Joe Jeiley, confirmou que os  USS Nimitz e USS Ronald Reagan estão realizando operações no mar das Filipinas e no mar da China, que "oferece oportunidades avançadas de treinamento" para as forças dos EUA e "fornece aos comandantes combatentes uma flexibilidade operacional significativa, caso essas forças sejam convocadas em resposta a situações regionais".


Seguiu explanação garantindo que  "a presença" desses dois porta-aviões na área "não responde a nenhum evento político ou mundial", mas representa uma das maneiras pelas quais a Marinha dos EUA "promove a segurança, o estabilidade e prosperidade em todo o Indo-Pacífico ".


O Departamento de Defesa dos EUA verbalizou em 2 de julho sua "preocupação" com a decisão de Pequim de realizar os exercícios militares nas ilhas Paracelso, no mar da China Meridional, de 1 a 5 de julho ressaltando que abrange as águas e o território disputados "é contraproducente aos esforços para aliviar as tensões e manter a estabilidade".

Por sua vez , o  Ministério das Relações Exteriores da China reafirmou em 3 de julho o caráter das Ilhas Paracelso serem "território chinês indiscutível" e seus militares realizam manobras "dentro da soberania" do país, enquanto sugerem que a atividade de Washington é "a razão fundamental afetando a estabilidade "no mar da China Meridional.  A ilhas ,que podem abrigar valiosos depósitos de petróleo e gás, estão a 230 quilômetros ao sul da China, que controlam esse arquipélago desde 1974. Embora que outros países revindicam também direitos sobre a região como:  Filipinas, Vietnã, Brunei e a Malásia .


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários