o diretor-geral da oms, tedros adhanom ghebreyesus, em coletiva
Reprodução/Twitter
Tedros Ghebreyesus chamou atenção de países que não estão usando todos os recursos possíveis para controlar pandemia


O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, informou que do total de casos de Covid-19 no mundo, 60% foram registrados no último mês. Atualmente, a organização contabiliza 10,3 milhões de casos e 506 mil óbitos. Hoje (1º) ele também chamou atenção para países que estão "recuando" às medidas de proteção .


O representante ainda afirmou nesta quarta-feira (1º) que, na última semana, a soma de todos os países ultrapassou os 160 mil novos casos diários.

Desta forma, é necessário que países criem boas estratégias para conter o aumento das incidências da pandemia do novo coronavírus . "Nunca nos cansaremos de dizer que a melhor saída para esta pandemia é adotar uma abordagem abrangente", disse.

Ele volta a informar que é preciso encontrar, isolar, testar e cuidar de todos os infectados pelo vírus. Também é preciso encontrar as pessoas com quem o doente interagiu e pedi-las para se isolarem.

Ghebreyesus também pede que profissionais de saúde sejam treinados e equipados e que comunidades sejam educadas e capacitadas para proteger a si mesmas e aos outros.

"Não somente testar, não apenas o distanciamento social , apenas o rastreamento ou somente máscaras. Faça tudo isso", acrescentou.

O diretor-geral da OMS ainda se encaminhou para países que não têm usado todos os seus esforços para combater a Covid-19. Assim, segundo ele, será mais difícil chegar a uma estabilização.

"Estamos preocupados que alguns países não tenham usado todas as ferramentas à sua disposição e tenham adotado uma abordagem fragmentada. Esses países enfrentam um caminho longo e difícil pela frente. Mas uma das lições da pandemia é que, independentemente da situação em que um país esteja, ela pode ser revertida. Nunca é tarde demais", comunicou.

    Veja Também

      Mostrar mais