Bandeira Turquia
Reprodução/Twitter
Confrontos em 2016 terminaram com 256 mortos.

A justiça da Turquia condenou 121 pessoas à prisão perpétua por suposto envolvimento na tentativa de golpe de estado em 2016. A decisão foi anunciada nesta sexta-feira (26). 

Dos 121 condenados, 86 tiveram suas sentenças agravadas e serão submetidos à penas mais rígidas. Segundo a agência de notícias Anadolu, o processo é conhecido na Turquia como "o julgamento do Comando Geral da Gendarmaria". 

Em 15 de julho de 2016, militares contrários ao governo do presidente Recep Tayyip Erdogan conduziram uma tentativa de golpe de Estado. Eles fecharam os acessos para Istambul e para a capital Ancara e invadiram prédios responsáveis pela comunicação.

Isso levou ao confronto entre pessoas contra e a favor de Erdogan. Ao todo, 256 pessoas morreram no episódio, sendo 161 civis e 104 militares. O presidente turco acusa o clérigo Fethullah Gulen, que vive nos EUA, de ter organizado o ataque. 

    Veja Também

      Mostrar mais