Especialistas dizem que fenômeno é recorrente, mas que foi intensificado em 2020.
Reprodução/Twitter
Especialistas dizem que fenômeno é recorrente, mas que foi intensificado em 2020.

A " nuvem de poeira Godzilla ", que se formou no deserto do Saara e estava vindo para a América, atingiu  Cuba e começou a prejudicar a qualidade do ar no estado da Flórida, nos Estados Unidos . A nuvem é composta por massas de ar seco e poeira do deserto africano. 

Amanhecer em Cuba nuvem godzila
Reprodução

Amanhecer em Cuba ficou diferente por causa da nuvem de poeira.

A previsão inicial é de que a nuvem fique sobre a ilha de Cuba até sexta-feira (26), o que acarreta em uma diminuição na qualidade do ar do país. Em entrevista à France Presse, o cientista  Eugenio Mojena disse que a nuvem carrega materiais prejudiciais à saúde, como "ferro, silício e mercúrio" e "vírus, fungos e poluentes orgânicos".

Já na Flórida, a nuvem começa a afetar a qualidade do ar, que foi classificada como moderada. As autoridades de saúde pediram que as pessoas com problemas respiratórios ficassem em casa. O comunicado diz ainda que a nuvem pode afetar a região até a próxima semana. 

A nuvem

A formação de nuvens de poeira no Saara é um fenômeno recorrente. Entretanto, especialistas dizem que, em 2020, ele foi intensificado. Normalmente, a nuvem seria desfeita em aproximadamente uma semana. Entretanto, ventos suaves fizeram com que ela viajasse pelo Oceano Atlântico e atingisse a América do Norte e o Caribe.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários