mulher russa
Reprodução
Mulher foi mantida por 26 anos em cárcere

A russa Nadezhda Bushueva passou os últimos 26 vivendo presa dentro de casa pela própria mãe, no vilarejo de Arefinsky. A mulher tem, atualmente, 42 anos. Segundo a mãe Tatyana, a filha foi mantida em cárcere privado para "protegê-la do mundo lá fora".

As condições que mãe deixava a filha eram ruins e desumanas, conta a filha. Nadezhda conta que não tomava banho desde 2006, vivia em uma casa sem energia elétrica e água corrente e se alimentava apenas de ração para gatos. Aliás, a casa era cheia dos felinos e com pouca iluminação.

"Minha vida é pior que a vida de um gato. Gatos têm mais direitos do que eu. Eu não existo mais, sou um zumbi. Preciso de documentos, preciso de trabalho", disse Nadezhda em seu depoimento na delegacia, segundo reportagem do jornal "Sun".

O cárcere só terminou porque a mãe precisou ser internada, por conta de um derrame cerebral.

Segundo a mídia local, a filha nunca saiu de casa ou tentou fugir por ter medo de não saber como as coisas funcionavam no mundo. Além disso, ela relatou ter se acostumado com situação.

    Veja Também

      Mostrar mais