Britânia produziu mais de 10 mil máscaras para deficientes auditivos
Redes Sociais /Reprodução
Britânia produziu mais de 10 mil máscaras para deficientes auditivos

Sonia Carleu, britânica de 44 anos, decidiu largar seu emprego para confeccionar 10 mil máscaras acessíveis para pessoas com deficiência auditiva se protegerem da Covid-19. Transparentes na região da boca, o equipamento permite que deficientes auditivos possam fazer leitura labial.

O plano de Sonia foi apoiado por instituições de caridade.  Para confecionar todas as máscaras, foi necessário um investimento de 40 mil libras.

Sonia era anteriormente uma engenheira geotécnica que amava sua carreira, porém, depois de ouvir sobre os problemas que deficientes auditivos estão enfrentando, desistiu em um esforço para ajudar durante a pandemia do Covid-19.

Leia mais:Covid-19: No Paraná, 8 pessoas são infectadas após reunião de Dia das Mães

"A irmãzinha de uma das minhas amigas de infância também era profundamente surda, então isso me impressionou. Depois de começar a fazer as máscaras, descobri que ela havia falecido de Covid-19 após uma batalha de nove semanas. Eu tenho medo de imaginar como ela era ser incapaz de entender as pessoas ao seu redor durante esse tempo", afirmou.

Ian Noon, chefe de política da National Deaf Children's Society, disse ao Metro.co.uk que "É brilhante ver pessoas comuns fazendo a diferença na vida das pessoas surdas."

Você viu?

Veja também: Lockdown em Niterói-RJ evitou cerca de 1500 mortes por Covid-19, diz estudo

"Quase todas as pessoas surdas precisam da leitura labial para entender o que os outros estão dizendo. Com a pandemia, elas  podem ficar meses prejudicadas, já que a grande maioria das máscaras são opacas", disse. 

“É absolutamente crucial que máscaras faciais claras sejam amplamente divulgadas e pedimos aos governos do Reino Unido que façam isso acontecer. Eles têm o alcance, o orçamento e a oportunidade de fazê-lo, e 12 milhões de surdos dependem deles", completou.


    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários