Homem negro sendo asfixiado
Corey A. Deangelys / Twitter / Reprodução
Imagens do homem imobilizado por policial viralizaram na internet

O policial Derek Chauvin, que foi demitido após asfixiar  George Floyd até a morte foi preso na cidade de Minneapolis, nos Estados Unidos , nesta sexta-feira (29). Outros três policiais envolvidos no caso estão sendo investigados pelas autoridades.

Leia também: Twitter oculta post de Trump por "glorificar violência"

De acordo com a CBS, o policial trabalhava há 19 anos na polícia de Minneapolis. Nesse período, o oficial recebeu 18 denúncias na corporação. Chauvin ainda não foi formalmente acusado.

No vídeo, que repercutiu ao longo da semana, é possível ver o policial ajoelhando no pescoço de George Floyd, que foi acusado de tentar pagar as compras em um mercado com uma nota falsa. Ele ficou na ajoelhado por cerca de oito minutos. O homem foi levado ao hospital, mas não resistiu.

Desde que o caso ganhou notoriedade, foram registrados diversos protestos por todo o território dos Estados Unidos. Na cidade em que o caso aconteceu, manifestantes incendiaram prédios e invadiram uma delegacia. 

    Veja Também

      Mostrar mais