Wuhan
Reprodução/Wuhan Institute of Virology
Segundo cientista do Instituto de Virologia de Wuhan, doença pode ter começado em outro local

Apontado como ponto inicial da pandemia do Covid-19 , o mercado de animais de Wuhan pode ter sido mais uma "vítima" da doença. Pelo menos é o que aponta um epidemiologista do Instituto de Virologia da cidade após analisar amostras coletadas no local.

Leia também: China testa mais de 6,6 milhões em Wuhan e elege "pauzinhos" como novos vilões

Segundo informações do The Wall Street Journal, o epidemiologista Gao Fu apontou que o mercado não foi o local em que o novo coronavírus (Sars-Cov-2) se originou.

"Na verdade, descobrimos que o mercado foi mais uma das vítimas da doença", afirmou Fu, após analisar amostras e confirmar que não há qualquer link entre a doença e os animais vendidos no local, o que inviabilizaria a tese de que o vírus pode ter sido transmitido desta forma para os humanos.

A declaração foi corroborada pelo diretor do Instituto de Virologia de Wuhan , Wang Yanyi, que descartou as acusações que o governo dos EUA vinha fazendo sobre uma possível participação chinesa na "criação" do vírus do Covid-19.

"Não há a menor possibilidade do vírus ter saído do nosso laboratório porque os pesquisadores não estavam realizando experimentos com patógenos similares ao coronavírus", afirmou Yanyi em entrevista à uma emissora chinesa de TV.

Apesar das confirmações, a postura dos cientistas ainda deixa em aberto a principal questão sobre o tema: entender onde o vírus surgiu. Além disso, não amenizam as críticas feitas por outros países de que o governo teria tentado encobrir o surgimento da doença e demorado semanas para divulgar as primeiras informações sobre o contágio.

Leia também: Las Vegas poderá reabrir cassinos no próximo mês, diz governador

A China, que foi o primeiro epicentro da Covid-19 , soma quase 83 mil casos confirmados da doença, segundo dados da Universidade Johns Hopkins, e mais de 4,6 mil mortes. Atualmente, a doença está controlada no país, que segue testando massivamente a população, principalmente de Wuhan.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários