homem de terno e gravata falando diante de um fundo azul
Reprodução/Twitter/emmanuelmacron
Emmanuel Macron

O partido do presidente da França, Emmanuel Macron, perdeu a maioria absoluta dentro da Assembleia Nacional nesta terça-feira (19) após sete parlamentares anunciarem que estavam deixando a sigla A República em Marcha (LREM).

Os dissidentes e outros 10 deputados formaram um novo grupo político dentro da Casa, chamado de "Ecologia, Democracia e Solidariedade", que se declarou "independente", não fechando questão "nem com a maioria, nem com a oposição".

Leia também: Macron: Todos os países devem ter acesso igual à vacina do novo coronavírus

Macron tinha, desde 2017, a maioria na Assembleia e agora tem um parlamentar a menos do que o necessário para ter o posicionamento favorável - são 288 deputados pró-governo. Entre os dissidentes, estão Matthieu Orphelin, Aurélien Taché e Cédric Villani.


    Veja Também

      Mostrar mais