Casos continuam com resultados inconclusivos
Divulgação
Casos continuam com resultados inconclusivos


Três médicos caíram de janela em hospital na Rússia. Duas morreram e um está em estado grave. Eles trabalhavam no combate à pandemia do novo coronavírus e tratavam de pacientes infectados pela Covid-19 . Acidentes aconteceram dentro do período de dez dias. As circunstâncias do acidente permanecem inconclusivas.

Yelena Nepomnyashchaya e Natalya Lebedeva faleceram. A imprensa russa afirma que Lebedeva foi acusada por superiores de infectar funcionários do hospital com o novo coronavírus . Por isso, ela teria se suicidado ao se jogar da janela. 

Leia também: Pela terceira vez, Rússia tem mais de 10 mil casos de Covid-19 em 24 horas

O sobrevivente é Alexander Sulepov, que caiu do segundo andar e está atualmente em estado grave. Ele teve fraturas no crânio e, antes do acidente , havia sido diagnosticado com a Covid-19 no dia 22 de abril. A direção do hospital teria negado afastamento ao médico, que foi forçado a continuar trabalhando.

Sulepov fez dois testes: o primeiro deu positivo e o segundo, negativo. Em vídeo que circula pelas redes sociais, o médico teria questionado o motivo do não afastamento e afirmado que seu chefe estava o forçando a trabalhar. A reclamação aconteceu após o resultado do primeiro teste e o médico chegou a pedir desculpas.

O caso do acidente de Nepomnyashchaya continua sem possíveis explicações.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários