Um dos seguranças de Kim Jong-un, didator da Coreia do Norte, foi infectado pelo novo coronavírus (Sars-coV-2), causador da Covid-19. A informação é do jornal Korea Joongang Daily , da Coreia do Sul. 

Leia também: Nova aposta: hospitais dos EUA testam eficácia de antiácido contra Covid-19

Kim Jong-un
KCNA/Sputnik
Kim Jong-un, líder norte-coreano

Segundo a publicação, a contaminação do segurança corrobora o suposto medo de Kim Jong-un em contrair a Covid-19 .

Leia também: Covid-19 pode ter contaminado muito mais do que é registrado

Recentemente o líder asiátiado não tem aparecido em público e faltou à cerimônia de aniversário do fundador do país e seu avô, Kim Il-sung — a data a mais importante do calendário político norte-coreano.

Leia também: Brasil estaria achatando a curva de contágio da Covid-19, diz especialista

Desde a última semana, o estado de saúde do líder asiático tem sido alvo de rumores da imprensa. Algumas publicações chegaram a arriscar que Kim  teria morrido.

Relatos de dentro da Coreia do Norte são difíceis de checar devido a um rígido controle das informações. Kim Jong-un já desapareceu da mídia de maneira semelhante em outra ocasião: em 2014, ele ficou mais de um mês fora dos holofotes, ressurgindo em imagens de vídeo que o mostravam mancando.

    Veja Também

      Mostrar mais