Jacinda Ardern
Mark Mitchell / Xinhua
Jacinda Ardern, primeira-ministra da Nova Zelândia

O Governo da Nova Zelândia declara que “eliminou” o novo coronavírus (Sars-CoV-2) enquanto o país comemora o afrouxamento nas leis de isolamento. Neste momento, o país regista menos de dez casos diários da doença. 

LEIA MAIS: Não é momento de afrouxar isolamento, diz Boris Johnson

Durante a última coletiva de imprensa do governo, as autoridades de saúde reportaram uma morte, um caso novo e apenas quatro suspeitas de Covid-19 , números expressivamente mais baixos que diversas nações que foram bem sucedidas na contenção do vírus. 

Ashley Bloomfield, diretor-geral de saúde, afirma que o baixo número de novos casos diários mostra que o país cumpriu o objetivo de eliminar o vírus. Segundo ele, todos os possíveis novos casos de Covid-19 no país estão sendo monitorados. 

"Nosso objetivo é eliminar o vírus. E novamente, isso não significa erradicá-lo, mas sim controlar ao ponto de ter apenas um pequeno número de casos novos", afirou. Segundo a primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, o novo coronavírus ainda pode representar uma ameaça se novos casos diários começarem a aumentar.

    Veja Também

      Mostrar mais