o presidente Donald Trump
Reprodução/Twitter
Decisão de não falar mais sobre Covid-19 aconteceu depois de polêmica com desinfetante


O presidente Donald Trump , dos Estados Unidos, usou seu perfil no Twitter no último sábado, 25, para dizer que seus pronunciamentos sobre a Covid-19 , feitos em coletivas na Casa Branca, não são válidos de seu tempo ou esforço. Afirmação foi de afirmar que desinfetante injetado em pacientes com a doença poderia combatê-la .

A imprensa norte-americana já suspeitava que Trump poderia parar de realizar pronunciamentos acerca da pandemia do novo coronavírus .


“Qual o propósito de manter Coletivas na Casa Branca quando a 'Lamestream Media' [termo usado por conservadores para atacar à imprensa] só faz perguntas hostis e depois se recusa a informar a verdade ou os fatos de forma precisa”, questiona o presidente em postagem no Twitter.

Leia também: Covid-19: epicentro da pandemia, EUA são 1º país a ultrapassar 50 mil mortes

Em seus pronunciamentos, que são exibidos na televisão e tendem a durar por mais de duas horas, Trump tem usado parte do tempo para hostilizar perguntas feitas por jornalistas.

Em seu tweet, o presidente afirma ainda que as emissoras têm recordes de audiência, enquanto o povo norte-americano só ganha “fake news” em troca. “Não vale o tempo e o esforço”, finalizou.


Em outro tweet, Trump afirmou que a cura não pode ser pior do que o problema em si. “Tenha cuidado, fique em segurança, use o senso comum!”, disse.

    Veja Também

      Mostrar mais