valas no irã arrow-options
Divulgação/Maxar Techonologies
País mais afetado pelo Oriente Médio reabre áreas de lazer; na foto, valas no Irã


Apesar de estar quase atingindo a marca de 86 mil casos, o Irã decidiu reabrir parques e áreas recreativas hoje, 22. Decisão foi baseada no fato de o país, que foi o mais atingido pelo novo coronavírus no Oriente Médio, registrar menos de 100 mortes diárias desde 14 de abril.

Leia também: Iraniana de 103 anos é curada do novo coronavírus, diz agência 

Assim, o país começa a amenizar suas medidas de isolamento físico (novo termo utilizado pela OMS para o isolamento social), adotadas no intuito de frear a disseminação da Covid-19 . O Ministério da Saúde confirma que o país está com 5.391 mortos, sendo que 94 foram mortes registradas nas últimas 24 horas.

Além disso, Ablonaser Hemmati, presidente do Banco Central do país, pressionou a liberação de US$ 5 bilhões para o Fundo Monetário Internacional (FMI). Verba seria destinada ao Teerã, que havia feito a solicitação no último mês para combater os efeitos da pandemia na região.

Leia também: Coronavírus "não é grande coisa", afirma líder supremo do Irã

No entanto, os Estados Unidos são forte oponentes à liberação e é contra acesso do Irã ao dinheiro “sem necessidade”. Hemmati comparou o FMI a um bombeiro internacional para quem pedir ajuda quando suas casas estiverem pegando fogo. "Se a neutralidade do Fundo Monetário Internacional for danificada, restaurá-la será uma tarefa muito difícil,” disse.

    Veja Também

      Mostrar mais